Você que tem buscado referências sobre estilo de casamento já deve saber o que é elopement wedding, ou “casamento a dois”, mas sabe o que essa definição significa de verdade?

Elope tem origem gringa e resume a idéia de fugir no meio da noite para se casar em segredo, algo muito comum em terras anglófonas nos séculos passados. Os motivos eram muitos: diferenças religiosas, entre famílias ou mesmo homens e mulheres trocando seus parceiros por amantes.

Isso se intensificou em 1754, com a promulgação da lei Marriage Act 1753 na Inglaterra, que proibia os casamentos informais e que súditos da coroa se casassem com parceiros de outras classes sociais, além de menores de 21 precisarem do consentimentos dos pais para dizer “sim”. O número de ingleses que fugiram para a Escócia – mais especificamente para a casa do ferreiro da vila de Gretna Green, que realizava casamentos com uma bigorna como altar – com seus amores verdadeiros deu destaque ao termo.

Ao lado de Las Vegas, Gretna Green é um dos destinos mais procurados para elopement weddings até hoje.

O elopment wedding na literatura

Livros de Jane Austin, que retrataram muito bem o período, trazem o termo. Em Orgulho e Preconceito, Elizabeth fala sobre o elope de sua irmã com Wickham: “My youngest sister has left all her friends — has eloped; has thrown herself into the power of Mr. Wickham”.

Elizabeth conversa com Mr. Wickham, com quem sua irmã Lydia vai fugir para se casar. Imagem do filme Orgulho e Preconceito.

E não foi só Austin que aproveitou os elopements para contar histórias de amor.

A poeta Elizabeth Barrett transformou seu próprio elope em uma linda história: aos 40 anos e com a desaprovação de seu pai, fugiu da Inglaterra para se casar com Robert Browning na Itália, e foi lá que realizou grande parte de sua produção literária.

O elope também foi uma prática comum durante a Grande Depressão, já que não havia dinheiro ou recursos para festas e era uma forma prática de unir casais. Também foi a época em que o termo shotgun wedding [casamento de espingarda] foi criado, definindo casamentos de emergência ocasionados por uma gravidez inesperada.

Artesanato de porcelana representando o “shotgun wedding”.

Felizmente o termo evoluiu e se hoje é popular, pode ter certeza que significa muito mais escolher um destino e selar a união com alguém que amamos do que fugir pra casar dos séculos passados.

E as pessoas tem “fugido” cada vez mais, já que os elopement weddings significam economia, menos estresse, significado e possibilidade de destinos incríveis.

Olha as inspirações a seguir:

Quem gostou espalha amor
0 comentários

Escrito por Ivan Mola

Deixe um comentário