Quem gosta de conto de fadas vai adorar o enlace da Bruna e do Lucas!

O casamento folk aconteceu no Haras Vila Real e foi lindo de viver, mas a história começou lá atrás, quando eles nem imaginavam trocar alianças.

O casal é de Santos e se conhece desde a infância.

Um dos destaques da decoração foi a foto com os dois de noivinhos na festa junina da escola, aos 3 anos de idade. Dá pra acreditar?

Destino, universo, sorte, anjos ou o que quer que tenha conspirado, eles se desencontraram e se reencontraram, e depois de 9 anos de relacionamento veio a troca de votos no altar.

Isso já seria o bastante para tornar o casamento pra lá de especial, mas eles ainda capricharam nas escolhas!

O “sim” integrado à natureza, com decoração rústica e comidinhas aconchegantes teve tudo a ver com a essência do casal, que ainda incluiu música folk e fogueira aos destaques do grande dia.

Amei várias referências, inclusive a energia visível em cada foto. Entre os destaques:

♥ Cristais

Não só nos acessórios da noiva, mas também nos marcadores de lugar e complementos da decoração.

O uso de pedras como itens de decor está super em alta, fica lindo e combinou perfeitamente com a proposta da Bruna e do Lucas!

♥ Trajes

O vestido da estilista Julia Pak é lindo, leve e tem cara de casamento no campo. Mais do que isso, tem a carinha da Bruna, o que a deixou ainda mais bonita e à vontade.

O mesmo vale para a roupa do noivo, da For Jack, com a pegada descolada que o casal tanto queria.

♥ Sapato

O sapato ficou por conta da própria Bruna, que trabalha com desenvolvimento de calçados. Amor demais!

Sabe esses casamentos onde a gente sorri junto com o casal? Pois é, prepare-se para sorrir muito!

Com vocês, Bruna e Lucas e um lindo casamento folk.

A HISTÓRIA

“Eu e o Lucas somos de Santos e nos conhecemos desde crianças. Inclusive nossa foto de noivinhos da festa junina aos 3 anos de idade estava presente na decoração do nosso casamento, e é a prova de que nosso destino estava escrito.

Tivemos um namorico na pré-adolescência, mas no ensino médio mudamos para colégios diferentes e acabamos perdendo o contato. Na sequência o Lucas foi estudar nos EUA, o que nos distanciou ainda mais. Até que, alguns anos depois, já na faculdade, nos reencontramos por acaso quando o Lucas estava de férias no Brasil.

Daí em diante não desgrudamos mais. Voltamos a namorar mesmo à distância, e eu fui morar com ele lá nos EUA.

Passamos 1 ano lá e voltamos juntos, certos de que queríamos construir nossa vida aqui no Brasil. Depois de 9 anos desde o nosso reencontro, no dia 3 de junho de 2017, o Lucas armou todo um cenário contando com a ajuda de amigos e familiares, e me pediu em casamento no dia da festa junina do nosso colégio da infância, no mesmo lugar em que tiramos aquela foto antiga. Era um dia lindo de outono, com muito sol e céu azul.

A partir de então começou a missão casamento, que aconteceria exatamente 1 ano após o nosso noivado, no dia  2 de junho de 2018.

Tendo uma foto de infância tão simbólica, não poderíamos nos casar em outro mês, senão junho”.

O CASAMENTO

“Sempre gostamos de lugares abertos e queríamos casar de dia, ao ar livre. Apesar de sermos de Santos, optamos por não casar na praia por causa do clima, já que no litoral as chuvas são muito recorrentes.

Fomos buscar um lugar em São Paulo ou no interior e encontramos o Haras Vila Real. O espaço atendeu perfeitamente a todas as nossas expectativas, pois é totalmente integrado à natureza e bem próximo de São Paulo.

Como não somos nada clássicos, buscamos um estilo de decoração rústico e um menu de comidinhas e sopinhas quentinhas com cara de interior, o que combina perfeitamente com o Haras.

Exploramos a área externa do espaço com um lounge, uma fogueira e muita música folk dos incríveis Duoderiz.

Mais tarde a pista ficou por conta da banda do Fernando Rios e do DJ Bruninho, que fizeram a festa durar 12 horas.

Dentro dessa ideia do rústico e natural, na decoração, os elementos principais foram os cristais e pedras brutas, que estavam nos meus brincos, no buquê, no topo do bolo, espalhados pelas mesas e nos marcadores de lugar personalizados na mesa comunitária da família.

Sobre os nossos trajes, queríamos um visual mais descolado, com cara de campo. Encontramos as pessoas perfeitas no atelier das talentosíssimas Julia Pak e Jaque, da For Jack, que entraram em total sintonia conosco durante todo o processo de criação.

A prova do vestido era quase uma terapia!

Meu sapato ficou por minha conta, já que trabalho com desenvolvimento de calçados”.

O IMPREVISTO

“A cerimônia e a festa foram incríveis, mas não temos como esquecer o enorme desafio que vivemos para fazer tudo dar certo. Na véspera do nosso casamento tivemos algumas perdas muito difíceis, tanto de familiares queridos, quanto da minha cachorrinha, que foi lindamente representada num relicário em meu buquê.

Além disso, nosso casamento aconteceu no auge da greve dos caminhoneiros, quando o país estava em plena crise de gasolina e com estradas bloqueadas. Passamos por um enorme sufoco até sabermos se nossos fornecedores conseguiriam nos atender, e depois se nossos convidados conseguiriam gasolina para comparecer.

E é nessa hora que a gente vê real dedicação das pessoas. Nossos fornecedores não foram nada menos do que MARAVILHOSOS.

O buffet, o bar, a decoração, o celebrante, o maquiador, as bandas, foto, vídeo, assessoria… Todos nos tranquilizaram e se prepararam com planos A, B, C e D para que nada desse errado.

Tivemos inclusive algumas pequenas alterações na decoração devido à escassez de flores.

E sobre os nossos convidados, sem palavras, cada tanque cheio era uma comemoração! As pessoas se mobilizaram, enfrentaram filas para conseguir gasolina, se juntaram nos carros abastecidos e fizeram acontecer.

Apesar do sufoco, tudo isso tornou o momento ainda mais especial e nos fez dar ainda mais valor para cada presença e cada detalhe.

Somos muito gratos por tudo ter dado certo e esperamos que o país nunca mais passe por uma crise como aquela, porque se em tempos normais uma noiva é naturalmente ansiosa, imaginem o desafio psicológico em tempos de greve.

Mas acreditem, por mais improvável que pareça, no final, tudo sempre dá certo!”.

Bruna, obrigada por compartilhar esse conto de fadas moderninho com a gente.

Que casamento leve, alegre e especial! Que energia boa e quanto amor!

Sintam-se abraçados e recebam nossos votos de uma vida a dois cheia de música, riso e dança. Felicidades!

Agora sim, pode beijar a noiva!

Quem fez?

Espaço: Haras Vila Real • Buffet: Rixô Gastronomia • Bar: Bar Conceito • Decoração: Violeta Decorações • Foto: Aloha Fotografia • Vídeo: Giovanna Borgh • Assessoria: Múltipla Eventos • Celebrante: Adriano Bonazio • Doces: Pati Piva • Bem casados: Ana Cristina • Bolo: Valeria Oliver • Beleza: Red Studio SP (Gui Orbea) • Banda da cerimônia e coquetel: Duoderiz • Banda da festa: Fernando Rios • DJ: Bruno Machado • Vestido de noiva: Julia Pak Atelier • Brincos: Mari Peres • Grinalda: Can Can • Traje do noivo: For Jack • Gravatas (noivo e padrinhos): O Francês Gravataria

Quem gostou espalha amor
1 comentários

Escrito por Flávia Queiroz

Publicitária, content creator e dedicada a ações que aproximam pessoas. Sou viciada em casamentos, mas de um jeito diferente da Gretchen.

Deixe um comentário