Lilian e Carlos Eduardo tiveram um lindo casamento na igreja seguido por festa com clima boho.

O casal se conheceu no primeiro emprego, ainda estagiários. Com a aproximação veio o namoro, o amadurecimento, o crescimento profissional e muitas novidades, incluindo a vontade de casar.

Alguns anos depois, trocaram alianças.

A comemoração teve cerimônia tradicional, mas a festa explorou o estilo boho, tudo conforme planejaram, com muitos detalhes e carinho.

A noiva, que antes de conhecer o Cadu não alimentava o sonho de subir ao altar, virou a chave completamente e se jogou de cabeça nos preparativos.

Mas antes de falar do grande dia, um pouquinho do ensaio pré wedding, fotografado ao ar livre.

Quer ver outros ensaios pré casamento? Clique aqui.

Que fotos, hein?!

Voltando ao casamento na igreja…

Apesar de alguns inconvenientes, a fase de organização, que durou apenas 8 meses, foi relativamente tranquila.

Lilian encontrou vários fornecedores com a ajuda do Instagram, o que facilitou escolhas e decisões. Mais alguém usa o Insta a favor do casamento?

Apesar de optarem pelo casamento na igreja – que foi lindíssimo! – o casal buscou opções mais descontraídas para a festa.

A proposta aberta, com natureza e decoração boho, teve o tom marsala como cor principal, com direito a trio de bolos e outros itens charmosos.

“Por mais que tenhamos optado pela cerimônia na igreja, sempre quisemos um lugar com natureza para a festa. E assim fomos decidindo pela decoração: algo mais desconstruído na mesa do bolo, nada tradicional.

Tenho saudades de tudo isso até hoje… Queria voltar no tempo e reviver tudo!”

Eis uma pequena listinha do que eu mais amei:

♥ O vestido moderno, elegante e quase minimalista usado pela Lilian. Ela ficou perfeita!

Reparem que, apesar do clima boho da festa, a noiva seguiu outro padrão para o look, o que não a fez destoar da celebração.

Quando falamos em manter um padrão, os elementos precisam conversar entre si, mas você pode misturar estilos e, ainda assim, garantir harmonia.

♥ A decoração. Não só a decoração boho da recepção, com a linda mesa e seus aéreos com lâmpadas, mas também da igreja.

A cerimônia teve registros de encher os olhos!

♥ Destaque também para as cadeiras dos noivos, um item tão simples, que fica lindo quando decorado!

♥ As suculentas usadas como lembrancinhas. Todas carinhosamente preparadas pela Lilian com a ajuda da mãe e da irmã. Como sempre reforço por aqui, pequenos detalhes e um pouquinho de mão na massa garantem afeto extra!

As fotos estão inspiradoras e ainda tem o depoimento completo da noiva (abaixo).

Com vocês, Lilian e Cadu.

HISTÓRIA DE AMOR

“Nossa história começou por acaso em 2013. Nos conhecemos na verdade em 2011, no primeiro emprego dos dois, já que somos farmacêuticos.

Esse encontro aconteceu na indústria farmacêutica Medley, em Campinas, onde estagiamos e fomos efetivados após 6 meses.

Inicialmente éramos apenas conhecidos, tínhamos amigos em comum e saíamos para a balada juntos, porque era uma galera bem unida e animada. Sempre sentimos que havia algo diferente entre nós, mas na época os dois namoravam e era apenas um flerte sem nenhuma intenção.

Mas, 2 anos depois, algo começou a rolar e nos aproximamos absurdamente, com muitas coisas em comum, conversas de longas horas, muitas risadas e alguns choros também. E quando percebemos estávamos apaixonados um pelo outro. Terminamos nossos respectivos namoros e finalmente ficamos juntos.

Mas tinha um porém nessa história ainda. Nessa época trabalhávamos no mesmo setor e sob a mesma gerência. O Cadu já estava com outras pretensões profissionais, então decidiu pedir demissão, mesmo sem ter outra opção.

Como nossos caminhos e nossa energia sempre foram iluminados, depois de 1 mês ele já estava recolocado na área que queria”.

AMADURECENDO

“Estávamos vivendo nosso namoro e parceria muito bem, obrigada! Até que ele decidiu fazer um intercâmbio na Austrália em 2017, algo que gostaria de ter feito antes, mas a oportunidade surgiu nesse momento, e vamos lá!

Eu super apoiei, porque se tem algo que respeitamos muito em nosso relacionamento, é a individualidade do outro, então a ideia seria ficar 6 meses e voltar.

Eu estava feliz no meu emprego na época e optei por não acompanhá-lo nessa, mas confesso que a insegurança se ele iria querer ficar por lá mais tempo bateu.

No último possível mês dele lá, eu estava de férias e fui vê-lo. Vivemos uma experiência incrível juntos, isso pesou na decisão dele voltar”.

CASAMENTO

“Logo após o retorno da Austrália, decidimos morar juntos, e aí veio mais uma experiência diferente, que tiramos de letra e descobrimos que vivemos de uma forma leve e gostosa os empecilhos do dia a dia. Claro que nem tudo são flores, mas sempre nos demos muito bem! Nesse momento meu pai deixou muito claro que não era à favor, pois era tradicional e tudo mais, mas eu sempre fui um pouco dona do meu nariz, então respeitei a opinião dele, mas segui em frente com a minha.

Nunca tive o sonho de casar com festão e tudo mais, mas ao longo do tempo que moramos juntos, isso aflorou em mim. Até que decidimos que seria a hora!

Mais um ponto por aí: eu confesso que esperava um pedido daqueles de casamento, tivemos algumas oportunidades de viagem e tinha certeza que seria nestes momentos, mas nada! E foi então que percebi que esse é o Cadu! Ele quer, mas fica esperando a forma e hora exatas, mas como eu sou cabeça dura e virginiana, logo me adiantei e decidimos fazer o casamento, e isso não tem problema algum. De novo entendemos e respeitamos a individualidade do outro, e como o outro é!”.

ORGANIZAÇÃO

“Foi então que em dezembro de 2018 começou a saga. Tínhamos 8 meses e eu meio que já sabia quais seriam os meus fornecedores, porque como uma boa virginiana, já seguia vários blogs e vários dos meus fornecedores, tanto que o estilo de decoração e do casamento já tínhamos em mente.

Buscamos algo mais para o boho, rústico.

Por mais que tenhamos optado pela cerimônia na igreja, sempre quisemos um lugar aberto, com natureza para a festa. E assim fomos decidindo pela decoração: algo mais desconstruído para mesa do bolo, nada tradicional, e já sabia quem seria minha decoradora, já que tive muitas indicações positivas dela.

Fomos trabalhando juntas as ideias, mostrei todas as referências possíveis de decoração e o resultado superou minhas expectativas!

Quando vi tudo pronto, que foi no momento que entramos na festa, simplesmente fiquei extasiada! Estava tudo lindo e perfeito, com a nossa cara e nossa energia.

A igreja, desde que decidimos casar, já sabíamos que seria lá, pois tem um valor sentimental para mim, por minha infância.

Já o local da festa, apareceu em meu Instagram e me apaixonei de cara, mas até então achava que não seria financeiramente viável para nós, mas depois percebemos que teria que ser ali, e demos um jeito.

As fotos, quando conhecemos a Veri e o Fabricio, da Rara Fotografia, a energia bateu e foram eles logo de cara.

A Fabi e a Ana, da Cor e Alma, foi a mesma coisa. Nossa primeira conversa foi por Skype, mas já amei as duas, e no dia foram simplesmente minhas fadas madrinhas!

A banda, fechamos com uma, mas não nos sentimos seguros e acabamos fechando com a que realmente fazia sentido para nós.

O buffet então, nem havia decidido casar e já sabia que seriam eles, sem comentários para o tanto que são maravilhosos!

A assessoria também, nem precisei cotar ou conhecer outras, já sabia que seria a Fabi, mas a contratei mais para o dia e, claro, os detalhes anteriores ao casamento, porque eu já tinha ideia de todos os meus fornecedores.

Os docinhos decidi de última hora, mas foram os mais maravilhosos que já provei. Os bem casados e o bolo foram feitos pela padaria dos meus pais, já que não poderia faltar algo de tradição da família.

E também fomos eu, minha irmã e minha mãe que fizemos as suculentas de lembrancinhas, porque eu fazia questão de realmente colocar a mão em alguns detalhes.

É claro que, por mais que pareça tranquilo da forma que eu conto, tiveram os momentos tensos, de desentendimentos entre nós ou com um fornecedor ou outro, mas isso é normal. Tive até um comecinho de refluxo na conta. Probleminhas aconteceram na festa, por conta de chuva, mas tinha que ser.

Tenho saudades de tudo isso até hoje, alguns meses depois. Queria voltar no tempo e reviver tudo.

Simplesmente amamos e tudo valeu à pena!”.

Lilian e Cadu, parabéns pelo lindo casamento!

Amamos testemunhar histórias de amor assim, leves e especiais.

Que a vida continue proporcionando lindos encontros e aventuras a dois e que vocês tenham mil razões para celebrar.

Viva os noivos!

Quem fez?

Fotografia: Rara Fotografia • Filme: Assuero Filmes • Beleza da noiva: Cor e Alma • Assessoria: Fabiana Parra • Buffet: Kreps • Local: Espaço Lago Esmeralda • Coral: Coral KMS • Banda: Banda Musixx • Decoração: Flox Floricultura • Bar: Exx Bartender • Doces: Douce du Jour

Quem gostou espalha amor
0 comentários

Escrito por Flávia Queiroz

Publicitária, content creator e dedicada a ações que aproximam pessoas. Sou viciada em casamentos, mas de um jeito diferente da Gretchen.

Deixe um comentário